quinta-feira, 19 de março de 2015

EM ASSEMBLEIA E NAS RUAS, SERVIDORES DECRETAM GREVE NA EDUCAÇÃO

Na manhã de hoje(19), servidores da educação de São José de Mipibu optaram pela greve. Segundo a categoria, a Lei 040/2015, votada e aprovada na câmara de vereadores, lei esta, chamada popularmente de Lei do Congelamento, mexe em direitos fundamentais adquiridos, segundo o sindicato dos trabalhadores em educação, sobretudo, no que diz respeito aos quinquênios.
Da loja maçônica, onde estava acontecendo a concentração, servidores da educação, saúde, transportes e demais categorias, além de crianças, jovens e adultos, saíram em protesto pelas principais ruas da cidade.
É importante ressaltar, mais uma vez, que a prefeitura municipal se pronunciou, em blogs e redes sociais, com base na legislação vigente, sobre a implantação de tal lei, porém, no entendimento dos servidores municipais, algo precisa ser reformulado ou, se for o caso, revogada.
Com apito, nariz de palhaço, bandeiras pretas e cartazes, cada um protestou e acompanhou os grevistas servidores municipais.
Mesmo criticado neste mesmo meio de comunicação, o vereador Janiel Lima "deu a cara a tapas" e caminhou junto às categorias. Se votou ou não no projeto, é hora de pensar numa solução viável para que os alunos das famílias carentes voltem às aulas.
Em frente à sede da prefeitura, algumas falas, apitadas e uma forma pacífica de reivindicação aos direitos.
No detalhe, o professor Everaldo, servidor estadual e apoiador dos movimentos grevistas em nossa cidade.

Após as falas, uma comissão entrou à prefeitura e foi recebida pelo executivo, nas pessoas do assessor de gabinete, Clidenor Ferreira e pelo funcionário da casa, Marcos Freire.

Matéria e fotos: Alexandre Freire

0 comentários:

Postar um comentário

poste seu comentário