O MELHOR PÃO DA CIDADE

PRAÇA DES. CELSO SALES, N° 12 - CENTRO - SÃO JOSÉ DE MIPIBU-RN

SUPERMERCADO DO TELMO

O SUPERMERCADO DAS GRANDES PROMOÇÕES

CONHECER EDUCACIONAL

A ESCOLA DAS FAMÍLIAS MIPIBUENSES.

AQUI, SUA MARCA É LEMBRADA

ENTREM EM CONTATO ATRAVÉS DO EMAIL: deolhoemmipibu@gmail.com

domingo, 31 de janeiro de 2016

CLODOALDO E RODA OU RODA E CLODOALDO???

Ontem, o presidente do SOLIDARIEDADE mipibuense, Clodoaldo Barbosa, compareceu ao Diretório do PPS na câmara municipal de São José de Mipibu. Além da amizade, senti uma afinidade política, uma espécie de discurso bem mais do que em comum entre ele e Roda Trigueiro, presidente do Partido Popular Socialista.
Será que eles formarão chapa majoritária nas eleições que se avizinham? Indiscutivelmente, somariam muito no cenário político mipibuense pelas ideias, valores e propostas divulgadas e discutidas.
Clodoaldo é Sociólogo, professor, bancário e diretor de escola. Além disso, tem sangue político nas veias, visto que é filho do ex-vereador de São José de Mipibu, o saudoso Luiz de Joana.

Façam suas apostas...

Matéria e fotos: Alexandre Freire

"RODA NÃO ME PEDIU NADA" - DISSE O PRESIDENTE DO PPS, WOBER JÚNIOR


Em seu discurso, por ocasião de sessão da formação do diretório do PPS, realizado, ontem, na câmara municipal de São José de Mipibu, o presidente estadual desse partido, Wober Júnior, fez inúmeros elogios ao pré-candidato a prefeito, Roda Trigueiro. "Roda não me pediu nada... apenas, o direito de defender sua cidade, sua gente". 

Nesse sentido, os votos de Roda para a suplente de deputada estadual, Laura Helena, nas últimas eleições, tiveram como maior razão, a amizade, o respeito, a confiança e a credibilidade do eleitorado ao nome de Laura como representante do povo.

Contrariando a velha e ofensiva prática da compra e venda de votos, escolher seu(a) candidato(a), livremente, sem receber nada em troca, impulsiona e credibiliza a cobrança ao político nas ações, trabalho e compromisso em nome da coletividade.

Matéria e foto: Alexandre Freire

sábado, 30 de janeiro de 2016

DIRETÓRIO DO PPS LOTA PLENÁRIO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Hoje, à tarde, o blog De Olho em Mipibu se fez presente à sessão de formação do Diretório Municipal do PPS mipibuense. Na ocasião, uma multidão lotou o plenário e o entorno da câmara de vereadores de São José de Mipibu.
Esse partido tem como presidente o amigo Lenilson Trigueiro, popularmente, mais conhecido por Roda Trigueiro, um ser humano simples, que fala a linguagem do povo.
A mesa foi formada por Roda; a ex-vereadora, Lindalva Trigueiro; o presidente do PPS estadual, Wober Júnior; a suplente de Deputada Estadual, Laura Helena e a professora e pré-candidata a vereadora pelo mesmo partido, Andreia, representante da comunidade de Areia Branca.
Os trabalhos foram conduzidos pelo cidadão Lídio Pessoa (Paizinho da Cigarreira).
Muito preparado e com um discurso afinado, Wober Júnior fez um retrospecto significativo sobre a crise moral, política e econômica pela qual atravessa o nosso país. Finalizou suas palavras, agradecendo a Roda pela seriedade, compromisso e ética junto ao partido, ao povo e à Executiva Estadual.
Laura Helena, jovem promissora e suplente de Deputada Estadual, surpreendeu-se com a expressiva votação, nas últimas eleições, sobretudo, aqui, em Mipibu, quando disponibilizou ao eleitorado do RN, seu nome para a bancada legislativa estadual. Acrescentou que o povo brasileiro está decepcionado com a classe política, entretanto, é detentor do poder de voto e de mudança. Terminou, dizendo: "Roda, eu acredito em você!"
Presença de pessoas simples, mas honradas e respeitadas em nosso meio, como são os casos de Ivan e Totonho.
Em clima de carnaval, a irreverência do grande Seu Manoel dos Móveis, que posou ao lado da jovem e suplente de Deputada, Laura Helena.
Como no PPS, segundo palavras de Roda, "o povo tem vez e voz", o funcionário público Albertino Emerenciano fez uma explanação sobre a prática ilícita e nociva à sociedade da compra e venda de votos às vésperas de cada pleito.
"Roda, você é um homem que nunca desiste!" - disse Gil Baiano. Nesse momento, Roda se emociona com as palavras de seu inseparável amigo de caminhada e de campanha eleitoral.
Ao final, o presidente do PPS local, Roda Trigueiro, agradeceu, imensamente, a seus amigos, aliados políticos, pretensos candidatos, familiares e membros do seu partido.

Matéria e fotos: Alexandre Freire 

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

GUERRA CONTRA MARGINAIS?! O RN PAGA PARA VER, COMANDANTE DANCLEITO PEREIRA LEITE!

SEM DÓ E PIEDADE, NOVO COMANDANTE DA PM DECLARA GUERRA CONTRA MARGINAIS.

O novo comandante da Polícia Militar, coronel Dancleiton Perreira Leite, concedeu entrevista coletiva na manhã de hoje (25) no Quartel General do Comando Geral e falou sobre como pretende combater a criminalidade no Rio Grande do Norte. Segundo o coronel, os criminosos não terão vida fácil daqui para frente. “O Estado vai ficar inseguro para o bandido. Atualmente, a população está com medo de sair de casa, mas, a partir de agora, os bandidos é que vão temer”, desabafou o comandante.
O coronel também falou sobre a atual situação da criminalidade no Estado. “Nós estamos revoltados com isso, mas vamos agir para retomar o controle da situação. Iremos intensificar o policiamento e as abordagens e eu irei orientar os policiais a serem mais proativos. É preciso proatividade, não adianta agir só de forma reativa, depois que o crime acontece”, explicou.
Para retomar a ordem na Segurança Pública do Rio Grande do Norte, o comandante disse que conversou com o governador Robinson Faria e fez sugestões e pedidos para melhorias. “Eu falei a ele que não posso ser o comandante da Policia Militar sem ter condições para isso. Até porque, o comandante é o maior representante da instituição. Eu disse a ele que sou eu que vou levar os problemas da PM para serem resolvidos. E, de imediato, ele se comprometeu com isso”, destacou.
Questionado sobre o tempo necessário para as melhorias na segurança, o comandante revelou que espera um cenário melhor em pelo menos três meses. “Acredito que em 90 dias o cenário já esteja melhor”, comentou.
Operação tolerância zero
A partir do próximo sábado (30) será iniciada a operação Tolerância Zero, que contará com abordagens em vários bairros de Natal e também no interior do Estado. Segundo o oficial, também haverá o reforço de 60 novas viaturas, que serão entregues entre a sexta e o sábado. “Não podemos dar mais detalhes sobre a operação, até para não facilitar as coisas para os criminosos. Mas, podem ter certeza que as abordagens serão intensificadas, principalmente durante a madrugada e em áreas delimitadas pelas manchas criminais”, comentou o comandante.
fonte: 190RN

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

EM NATAL, PESQUISA REVELA VARIAÇÃO DE 296%, EM PREÇOS DE MATERIAL ESCOLAR

O preço do material escolar tem variação de 296% na capital potiguar. A informação foi constatada através de pesquisa realizada pelo Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal). Ao todo, 11 estabelecimentos participaram da pesquisa feita entre os dias 8 e 12 de janeiro com 36 itens diferentes.
Entre os itens pesquisados estão apontador, cola, caneta, giz de cera, lápis de cor, corretivo, papéis e cartolinas, materiais básicos e indispensáveis para qualquer estudante. O Procon Natal encontrou variações de até 296% entre produtos da mesma marca, e diferença de até 568% entre marcas concorrentes.
Para o diretor-geral do Procon Natal, Kleber Fernandes, a pesquisa serve de alerta para quem vai às compras de material escolar. “É muito comum encontrarmos diferenças discrepantes entre estabelecimentos comerciais. Por isso é importante que o consumidor tire um tempo para pesquisar e encontrar o melhor preço”, aconselha Fernandes.
A pesquisa de preços feita pelo Procon Natal está disponível no site do órgão.
Para quem não tem tempo de sair pelas lojas pesquisando, é só entrar no site do Procon Municipal e conferir a pesquisa de preços:http://www.natal.rn.gov.br/procon/paginas/ctd-1031.html. Lá você encontra todas as pesquisas de preços realizadas pelo Procon Natal.

CRISE DEVERIA SER SUFICIENTE PARA NÃO HAVER CARNAVAL EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Acabo de ler a notícia de que o maior e mais animado carnaval do RN está cancelado. A prefeitura da cidade de MACAU já havia se pronunciado que não investiria recursos públicos na contratação de bandas para o carnaval 2016. A participação da iniciativa privada, também, foi descartada. Tudo se deu em função de determinação do Ministério Público do estado pelo fato de esse município passar por crises financeira e hídrica.

O referido problema não se resume, somente, àquela cidade. As prefeituras de todo o país estão enxugando as folhas de pagamento, demitindo ou exonerando funcionários, cortando gastos e despesas administrativas e tentando equilibrar a máquina financeira.

São José de Mipibu deveria seguir esse exemplo. Por aqui, além de todas essas dificuldades gerais elencadas, amargamos o problema da falta de segurança. Entendemos que, nos dias de festa, o efetivo policial está presente e as ações acontecem, mas após o encerramento da folia, a insegurança e o risco de assalto, agressão e morte, para quem se dirige às suas casas, aumenta.

Ano passado, por exemplo, a polícia militar, comandada pelo competente Tenente Isaac Leão fez um trabalho louvável dentro e no entorno da festa carnavalesca, entretanto, após o encerramento das bandas, gangues e desordeiros espancaram um morador da comunidade Tancredo Neves e fizeram uma verdadeira baderna pelas ruas da cidade.

Se estamos enfrentando a maior e mais miserável crise da história do Brasil, por causa dos bandidos canalhas de Brasília, por qual motivo devemos realizar carnaval em São José de Mipibu?

Hora de investir esse dinheiro, prefeito Arlindo Dantas, em algo mais significativo. Que o povo brinque seu carnaval nas ruas, da forma mais livre e tradicional, sem precisar onerar as contas públicas.

Penso assim...

Matéria e foto: Alexandre Freire

domingo, 24 de janeiro de 2016

FACÇÕES NO RN DOMINAM PRESÍDIOS E DÃO PRÊMIOS AOS BANDIDOS

Fugas, rebeliões e morte. A escancarada crise no sistema penitenciário tem um exército organizado e com alto poder de fogo à frente de todas essas ações. As facções criminosas comandam os estabelecimentos prisionais e, de lá, também praticam desmandos do lado de fora dos muros das unidades.
 
Os detentos mais perigosos do Rio Grande do Norte assistem à dificuldade do Estado em resolver a situação dos presídios de uma posição muito mais confortável que os integrantes da sociedade civil.
 
O Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Sindicato do Crime do RN dividem o controle das penitenciárias e têm integrantes espalhados por todo o Rio Grande do Norte. Informações obtidas pelos agentes penitenciários através de relatos de presos e apreensões de telefones e cartas dentro das unidades detalham a atuação e a estruturação dessas facções.

De acordo com Vilma Batista, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte (Sindasp/RN), todos esses dados são enviados para o setor de Inteligência das secretarias competentes pela segurança pública e pelo sistema prisional, para que sejam iniciadas investigações com o intuito de coibir essas articulações.
 
Desde a série de assassinatos ocorrida dentro das penitenciárias no ano passado, conta Vilma Batista, o Governo do Estado reordenou as acomodações dos presos dentro de cada unidade, os agrupando por facção: PCC ou Sindicato RN.
 
Isso porque, segundo os próprios apenados, os homicídios vinham sendo praticados em virtude das brigas entre as duas organizações. Desta maneira, os detentos passaram a dividir cela somente com seus pares de facção. Apesar de a medida ter sido tomada com a intenção de coibir os ataques entre os rivais, acabou auxiliando na articulação dos criminosos. Perto um do outro, eles conseguem planejar de maneira mais rápida as suas ações.
 
Agora, quando chega um novo apenado, os agentes penitenciários o questionam se ele pertence a alguma das vertentes criminosas. Em caso afirmativo, o preso diz qual delas e é encaminhado ao setor da penitenciária correspondente. Segundo informou Vilma Batista, de acordo com os materiais que são apreendidos nos presídios, comumente, aqueles que não têm ainda filiação a nenhuma das facções são aliciados pelos integrantes, e acabam cedendo, para não sofrerem represália.
 
 
* Leia a reportagem completa na edição impressa do NOVO deste domingo (24) ou baixe o aplicativo NovoDigital e saiba como age o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Sindicato do Crime, que foi fundado em 2013. A matéria mostra que essas facções se sustentam por meio de mensalidades dos seus membros, inclusive com depósito em banco e que, quando recebem liberdade, ainda destinam parte do dinheiro obtido nas atividades criminosas. Até sorteio de prêmios entre eles ocorre, variando de drogas até carros. Na reportagem completa você confere que estas facções têm estrutura de grandes empresas e que começam a fazer alianças em estados vizinhos. Além disso, entenda porque há quase um ano os guardas do presídio estadual de Alcaçuz não têm acesso ao interior dos pavilhões e de que forma as facções entendem que têm mais força e poder do que o Estado.

fonte: NovoJornal

sábado, 23 de janeiro de 2016

SENADORA FÁTIMA BEZERRA É A VERDADEIRA "MAMÃE" DO TREM URBANO PARA MIPIBU

Há séculos, um vereador mipibuense cogita a vinda do Trem Urbano para São José de Mipibu. Para tentar ludibriar os desavisados, inúmeras matérias em blogs, jornais impressos e redes sociais circularam no imaginário do povo. Tudo mentira...

No último dia 5, conforme matéria publicada no Jornal O Alerta de hoje (jan-2016, nº 461), o Presidente Nacional da CBTU, Marcos Fireman, visitou a competente Senadora Fátima Bezerra, para tratar de assunto sobre o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

Na ocasião, Fátima solicitou prioridade da linha que parte de Parnamirim até São José de Mipibu e Nísia Floresta.

Os projetos de mobilidade urbana estão em curso pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos, com recursos e iniciativas do Governo Federal para execução. O presidente se mostrou interessado e viabilizará estudos e planejamentos.

Estejamos sempre ao lado da verdade e das louváveis ações em prol da nossa cidade. Só não podemos, às vésperas de mais um pleito, ficarmos iludidos com promessas falaciosas e fantasiosas de aproveitadores de plantão.

Matéria: Alexandre Freire

RODA TRIGUEIRO CONVIDA POPULAÇÃO PARA O DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PPS


terça-feira, 19 de janeiro de 2016

UFRN - PARABÉNS, DR° DIOGO CAVALCANTI


É com imensa alegria que divulgo a aprovação do estudante mipibuense, DIOGO CAVALCANTI, no curso de MEDICINA-UFRN. Um jovem de família simples, batalhador e focado nos estudos. Para chegar a obter esse sucesso, Diogo passou muitas noites em claro, abdicou de festas e dos prazeres que a adolescência e a vida proporcionam. Para passar em Medicina, pediu dispensa do trabalho, dedicando-se, integralmente, aos livros.

Dr° Diogo, receba esta pequena, mas significativa homenagem do seu amigo e admirador, Alexandre Freire. Em nome da população mipibuense, muito obrigado por honrar a nossa cidade São José de Mipibu. Estenda os parabéns à sua mãe, Irlanda, uma mulher que abdicou, até mesmo, do descanso, para estar ao seu lado em mais uma batalha vencida.

Parabéns, Doutor!!!

Matéria: Alexandre Freire

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

ALGUNS RESTAURANTES POPULARES DO RN REABREM HOJE(18)

Respaldada em decisão judicial, em consulta à Procuradoria Geral do Estado (PGE) e visando o atendimento à população, a Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas-RN) publicou no Diário Oficial do Estado, deste sábado (16), os termos aditivos aos contratos de 14 dos 24 Restaurantes Populares do Estado. A decisão permite a reabertura dessas unidades, garantindo o benefício do almoço ao preço de R$ 1 a 11.200 pessoas enquanto ocorre o processo licitatório para contratação das empresas fornecedoras do programa.
         O prazo de tais termos segue até o dia 30 de junho próximo. Com isso, nesta segunda-feira (18), 12 unidades já estão em funcionamento, sendo: Natal (Centro Administrativo, Igapó e Alecrim), Mossoró (Centro), Assú (Centro), Caicó, Currais Novos, Macaíba, Pau dos Ferros, Parelhas, São Paulo do Potengi e Parnamirim. A empresa responsável pelos restaurantes de Nova Cruz e Extremoz solicitou um prazo para poder reabrir, o que deve ser feito até a próxima sexta-feira.
         Com relação os outros 10 Restaurantes Populares, a Sethas-RN fará, ainda nesta semana, contratos de renovação excepcional pelo prazo de três meses, podendo ser renovado por igual período. Estas unidades são responsáveis pelo fornecimento de 6.100 almoços/dia de segunda a sexta-feira.
         Esses contratos englobam as seguintes unidades: Mossoró (Alto de São Manoel), Assú (Frutilândia), Areia Branca, Macau, João Câmara, Santa Cruz, Canguaretama, Santo Antônio, Apodi e Ceará-Mirim.
         A decisão judicial que embasou os termos aditivos e a renovação excepcional dos contratos foi proferida no último dia 08 nos autos do processo nº 0113859-37.2015.8.20.0001, que dentre outros pontos, destacamos o seguinte: “pela própria natureza das medidas cautelares impostas, que estas se dirigem à pessoa física do Embargante eis que de todo incompatíveis com a realidade técnica da pessoa jurídica. Demais disso, à pessoa jurídica somente pode ser imputada uma conduta típica quando se tratar de crime ambiental, o que não é o caso dos autos”.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

CER III - SONHO DO SECRETÁRIO DE SAÚDE, ALEXANDRE DANTAS, ESTÁ SE CONSOLIDANDO

Há bem pouco tempo, era, apenas, um sonho para o Secretário Municipal de Saúde, ALEXANDRE DANTAS; hoje, porém, esse sonho está bem pertinho de se tornar uma realidade para a população de São José de Mipibu.
O Centro Especializado em Reabilitação - CER III, localizado no Complexo CRe/CAPS, está em fase de acabamento. O centro atenderá pacientes em reabilitação física, auditiva e visual e, em média, 1000 procedimentos mensais.
Segundo o Secretário Municipal de Saúde de São José de Mipibu, ALEXANDRE DANTAS, O CER foi resultado de esforço conjunto da gestão do prefeito Arlindo Dantas; do vice-governador, Fábio Dantas; da Deputada Estadual, Cristiane Dantas e demais pessoas envolvidas.
O espaço conta com instalações modernas e receberá equipamentos de última geração, que proporcionarão atendimento de excelência, sobretudo, às crianças deficientes da nossa cidade e de municípios pactuados.
O país amarga uma das piores crises político-econômicas da sua história, porém, a saúde mipibuense, apesar das inúmeras dificuldades, tem avançado em alguns setores.
Prova disso são algumas obras estruturantes e construção de novas UBS; atualmente, nossa cidade tem um equipado centro odontológico, o CEO; equipes qualificadas na Atenção Básica e em alguns setores da rede; as marcações de consultas e/ou procedimentos são realizadas pelo Sistema Nacional de Regulação, acabando, assim, com as famigeradas filas em postos de saúde e Centro de Referências...
... dessa forma, cada paciente sai da estratégia com sua consulta marcada e seu direito à saúde garantido. Após muita polêmica, por parte dos usuários mipibuenses, a atual gestão viabilizou, também, juntamente com o governo estadual, a reabertura da porta de entrada do Hospital Regional. Uma medida coerente, oportunizando uma escala de médicos clínicos plantonistas, além do excelente serviço de maternidade já existente.

Entretanto, São José de Mipibu e demais prefeituras do estado ainda têm dificuldade em adquirir medicação, em função da limitação de fornecedores, da falta de remédios e de outras burocracias envolvidas. Um problema geral, que preocupa gestores e deixa a população apreensiva.
Nos próximos dias, o prefeito Arlindo Dantas inaugurará a tão esperada Unidade de Pronto Atendimento (UPA), um empreendimento que está sendo construído nas proximidades da comunidade do Pau Brasil.
O CER, segundo informações, tem previsão para ser entregue até o mês de março. Desde já, em nome de cada cidadão das terras mipibuenses, os agradecimentos a todos que estão à frente deste significativo empreendimento, o qual será mais uma casa para tratamento e acolhimento às nossas crianças.

Matéria e fotos: Alexandre Freire

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

ROBINSON FARIA E FÁBIO DANTAS REÚNEM SECRETÁRIOS

O governador Robinson Faria reuniu hoje (14) parte da equipe de secretários da administração estadual para avaliar possibilidades de parcerias público privadas (PPP's) e concessões que venham a proporcionar investimentos e melhorias nos serviços públicos.
 
Essa primeira reunião aconteceu na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC) e tratou de ações concretas para áreas críticas como sistema prisional, Saúde, abastecimento de água, mobilidade e recuperação e manutenção de estradas. O objetivo do Governo é oferecer respostas rápidas, eficientes e de menor custo às demandas dos vários setores da sociedade e dotar o Rio Grande do Norte de melhor infraestrutura para novos negócios que venham a gerar oportunidades de trabalho e renda.
 
Robinson Faria cita como muito importantes a conclusão das obras do Pró-transporte em Natal, os acessos ao aeroporto de São Gonçalo, a nova ponte sobre o Rio Potengi, a nova estrada para a praia de Pipa, a instalação do Hospital de Trauma e a construção de novos presídios. “Temos uma agenda de metas e estamos trabalhando forte para alcançarmos resultados. Buscamos um novo modelo de governança focado nos resultados e na eficiência dos serviços públicos”, explicou o governador, acrescentando: “Queremos contornar as dificuldades geradas pela crise econômica que atinge todo o Brasil e adotar medidas para desenvolver o nosso Estado”.
 
A reunião contou com a presença dos seguintes secretários: Flávio Azevedo (Desenvolvimento Econômico), Gustavo Nogueira (Planejamento), André Horta (Tributação), Ieda Cortez (adjunta da Infraestrutura), Ricardo Lagreca (Saúde), Cristiano Feitosa (Justiça e Cidadania), Tatiana Mendes Cunha (Gabinete Civil), Juliska Azevedo (Comunicação) e o diretor do DER, Ernesto Fraxe.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

SÃO JOSÉ DE MIPIBU - CAMPANHA DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO

A Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, lançou campanha educativa em todo o município para diminuir o índice do desmame precoce nas comunidades rurais, fator gerador de óbitos infantis por causas evitáveis.

A campanha está sendo realizada com ações sistematizadas de incentivo ao aleitamento materno incluindo: orientação individual e em grupos durante o pré-natal, no pós-parto e puericultura; captação precoce (visita à maternidade; teste do Pezinho) e acompanhamento de mães que apresentam maior risco de desmame (baixa renda, adolescentes, baixa escolaridade).

As Unidades Básicas de Saúde – UBSs contam com  equipes capacitadas em “Aleitamento Materno” e desenvolvem atividades de incentivo ao aleitamento, abrangendo: orientação às gestantes e encaminhamento das mães para consultas pós-parto, puericultura e integração com grupos de mães.

Para o secretário de Saúde, Alexandre Dantas, a campanha vem surtindo efeito positivo  com a adesão do público alvo. “ Fico feliz em saber que as mães que amamentam estão aderindo à campanha, passando a alimentar seus filhos exclusivamente ao seio, sem a complementação dos chás e sucos. Isso se constitui em um grande avanço “, comemorou.

QUEM MANDA, NO CENTRO DE SÃO JOSÉ DE MIPIBU, SÃO OS EMPINADORES DE MOTOS

Há muito tempo, neste e em outros meios de comunicação da cidade, um velho e preocupante problema já foi pauta de muitas discussões e cobranças. À noite, no centro de São José de Mipibu, "motoqueiros" fazem malabarismo em suas barulhentas motocicletas, atitude que tira o sossego de moradores, pedestres e, também, de condutores responsáveis, colocando em risco a vida dessas pessoas.

Há alguns dias, depois desse exibicionismo irresponsável e desnecessário, uma jovem, sem capacete e com uma criancinha na garupa, perdeu o controle da sua moto, caindo nas proximidades do Kalçadão. Por muita sorte e proteção de Deus, sofreu alguns ferimentos, foi socorrida pelo SAMU, mas escapou da morte. Em relação à criança, ufa!!!... não teve, sequer, um arranhãozinho.

O problema está mais em evidência no entorno da Praça Monsenhor Paiva, largo da Igreja Matriz até à praça do cemitério público. Eles transformam essas vias em verdadeiras pistas de corrida. E o pior, fazem esse trajeto em, apenas, uma roda. Para serem mais percebidos, adaptam os canos de escape, emitindo um barulho infernal e insuportável.

Em outras cidades do estado, esses delinquentes do trânsito, sem capacetes e agindo irresponsavelmente, logo seriam abordados pela polícia. Por que, só, aqui, em São José de Mipibu, não há essa abordagem e/ou fiscalização?! Onde está nossa gloriosa polícia militar???!!!

Pelo visto, quem manda, desmanda, pinta, borda e costura, no centro de Mipibu, são marginais, delinquentes e perturbadores do silêncio da população.

Peço, encarecidamente, e em nome de centenas de pessoas mipibuenses, providência urgente para um problema tão simples, caso contrário, infelizmente, poderemos amargar acidentes graves e mortes no centro da cidade.

Matéria: Alexandre Freire

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

PAU BRASIL TEM DUAS GRANDES E GUERREIRAS CONSELHEIRAS TUTELARES

O Pau Brasil tem muito o que comemorar quando o assunto é conselho tutelar, pois essa comunidade tem duas grandes representantes na árdua, mas prazerosa missão de defender os direitos das nossas crianças e adolescentes. Naide e Jéssica são defensoras obstinadas e mulheres de resolutividade.
Assim que cheguei à câmara para fazer a cobertura da posse dos novos conselheiros, tivemos uma longa e importante conversa a respeito de uma família, a qual precisa de ajuda e apoio do conselho tutelar, do CAPS e demais instituições envolvidas nesse processo. Mais uma vez, constatei preocupação com o ser humano, compromisso e competência de sobra para fazer a diferença. Alguém poderia questionar... "Mas é obrigação delas!...". Sim, porém, quanto(a)s não têm o dever de atender bem às pessoas e não o fazem?

Por essas e tantas outras histórias de superação, que sou fã dessas duas conselheiras tutelares de São José de Mipibu.

Matéria e fotos: Alexandre Freire

CONSELHEIROS TUTELARES MIPIBUENSES SÃO EMPOSSADOS NA CÂMARA MUNICIPAL

Hoje, pela manhã, na câmara municipal de São José de Mipibu, os novos conselheiros tutelares foram empossados. O cerimonial foi conduzido pelo cidadão Rudimar Ramon, e contou com a presença da Promotora de nossa cidade, Eliana Germano; do Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal, Clidenor Ferreira e do Presidente do CMDCA, Bira.
A partir de hoje, os conselheiros, Naide, Carlos Silva, Jéssica, Felipe Ferreira e Cesinha Barbosa terão uma grande responsabilidade nas mãos. Afinal, proteger e zelar pelos direitos da criança e do adolescente demanda dedicação e compromisso. E isso não faltará, sem dúvida nenhuma.
Após as considerações iniciais, cada conselheiro tutelar recebeu das mãos de autoridades presentes, o diploma e a responsabilidade de trabalhar em nome da população de São José de Mipibu. Na imagem, a competente conselheira Jéssica Lima recebe o título das mãos do amigo e presidente do CMDCA, Bira.
O amigo conselheiro, Carlos Silva, falou em nome de seus companheiros de trabalho. Em seu discurso, pediu para que cada um deles tratassem o conselho tutelar como suas casas, no sentido de honrar a função para qual foram confiados.
Registro dos 5 novos conselheiros tutelares com a promotora Eliana Germano, Bira e...
... ao lado do Presidente da câmara municipal, José de Figueiredo Varela e Clidenor Ferreira, que representou o prefeito Arlindo Dantas nessa solenidade.

Matéria e fotos: Alexandre Freire

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

"ARQUIVO VIVO" VAI À CIGARREIRA DE PAIZINHO


Após honrar mais um show, o Grupo de Samba ARQUIVO VIVO deu uma paradinha, ontem, à noite, na Cigarreira Ponto dos Boêmios, do nosso amigo Lídio Pessoa, mais conhecido por Paizinho. Os cinco integrantes da boa música interpretaram um pouco do que rola nas apresentações. Uma verdadeira seleção de clássicos e resgate dos bons e velhos sambas de raiz.

Um dos componentes desse elenco é o mipibuense Robson Galvão, um artista no cavaquinho e renomado músico do nosso estado. O Arquivo Vivo se apresenta em festas, aniversários, festivais, casamentos e demais eventos.

Na imagem, Paizinho da Cigarreira e o amigo Roda Trigueiro pousaram para uma foto junto aos músicos.

Matéria e foto: Alexandre Freire

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

ROBINSON FARIA CONCEDE ENTREVISTA AO BOM DIA RN E FALA SOBRE AS AÇÕES EM SEU GOVERNO

O governador Robinson Faria foi o entrevistado no primeiro programa Bom Dia RN do ano, na manhã de hoje (4) na InterTV Cabugi. Na pauta, um balanço das questões mais importantes de sua gestão no primeiro ano de mandato no que diz respeito à segurança, saúde, turismo, fundo previdenciário, seca, dentre outros, e quais foram as medidas tomadas pelo Governo do Estado que apontam para avanços em sua gestão.
Durante a entrevista, o governador Robinson Faria afirmou que a segurança pública é uma de suas maiores preocupações; mas há o que comemorar e os números falam por si. Apesar da veiculação de notícias sobre violência que ainda chocam a população, como foi o caso do assassinato de Gisela Mousinho, nesse final de semana, durante um assalto, o número de homicídios no Estado, em 2015, diminuiu. Ultrapassando inclusive a meta de diminuição de 5% estabelecida pelo Ministério da Justiça, chegando ao patamar de redução de 11%, um dos melhores índices de redução do país. “Fiquei chocado com esse crime. Também sou pai, tenho filhos pequenos. Me solidarizo com a família”, afirmou.
Indagado pelos jornalistas se ele, enquanto cidadão se sentia mais seguro, o governador afirmou: “Eu me sinto um pouco mais seguro. Mas ainda não é o que queremos. A segurança pública é o maior desafio desse Governo”. Em seguida, o governador lembrou que as polícias têm trabalhado firme para diminuir os índices da violência. “Desde 2006 não havia redução no número de homicídios. Desde que começamos nosso trabalho, estamos promovendo policiais civis e militares; já foram mais de três mil que receberam promoção nas carreiras. Tivemos também um aumento substancial das diárias operacionais, para que os policiais que vão para as ruas trabalhem mais motivados. Semana passada, entregamos 440 veículos para o trabalho desses policiais, que se intensifica agora com a Operação Verão, principalmente nas praias do litoral sul e norte”, enumerou ele.
Programas como o Ronda Cidadã, já instalado em seis bairros da capital deverão se estender ainda mais esse ano, segundo planos do governador do Estado. Mas, para que isso ocorra e a população volte a se sentir mais segura, o chefe do Executivo lembrou que outras medidas terão de ser tomadas, como realização de concurso público, já que o efetivo ainda é muito pouco.

“Mais de 600 policiais se aposentaram no ano passado”, lembrou Robinson Faria, afirmando que o Governo está realinhando o trabalho dos policiais, tirando dos gabinetes, elaborando estratégias e logísticas para que as polícias atuem onde estão as principais manchas criminais. E isso inclui não só a capital e grandes cidades, como também a zona rural. No que diz respeito aos problemas acumulados do sistema prisional, herdado por ele nessa gestão, o Robinson Faria disse que estuda a possibilidade de co-gestão com uma empresa privada. “Do ponto de vista financeiro isso traria bons resultados, sem contar que tiraríamos policiais que estão no sistema prisional para as ruas”, ressaltou, acrescentando: “Sou um governador que gosta de quebrar paradigmas e sou a favor de um Estado mais moderno, desde que seja em prol do serviço público”.
Saúde, previdência e seca
Já no segundo bloco da entrevista, a conversa com os jornalistas Murilo Meireles e Fernanda Zauli se voltou para saúde e algumas promessas de campanha que já vem sendo cumpridas por ele. É vontade sua ainda este ano oferecer à população o Hospital de Traumas. “Estamos trabalhando com a possibilidade de comprar um hospital privado para abrirmos o Hospital de Traumas. Nos reunimos com o diretor do Banco Mundial em Brasília e vimos que essa é uma possibilidade bastante plausível”.
O próximo tema, a utilização dos saques do Fundo Previdenciário (Funfir) para pagamento da folha de pessoal, assim como o limite prudencial, teve por parte do governador a afirmação da expectativa de que os repasses ao Funfir possam ser feitos já este ano, a partir do incremento da economia. “É preciso que não nos esqueçamos que começamos o governo num ano difícil. Herdamos um déficit de quase um bilhão de reais nos cofres do Governo. E eu pergunto: o governador deveria usar o Funfir para pagar seus servidores ou deixar o Estado afundar? Optei por utilizar o Fundo, concomitante com medidas que fortaleçam a economia do Estado. E com isso, conseguimos terminar o ano pagando em dia os servidores, façanha que mais da metade dos estados brasileiros não conseguiu. Esse dinheiro será devolvido. O Estado quer fomentar emprego e renda e com isso gerar receita. Medidas que vem sendo tomadas para o fortalecimento do turismo, por exemplo, tem gerado crescimento na economia. Injetamos mais de um bilhão de reais no turismo no Estado, por conta das medidas do Governo. O Rio Grande do Norte tem motivos para comemorar; estamos com a obra de saneamento de Natal, que ficará 100% saneada e garantimos esses recursos em plena crise. Somos os favoritos para sediar o Hub da TAM”, argumentou.
Outras medidas tomadas pelo Governo, apontadas por Robinson Faria, também o fazem se sentir “motivado e otimista” com relação ao ano que se inicia. O recenseamento dos servidores, bem como o senso previdenciário vão “combater anomalias” e a expectativa é que se reduza de 5 a 10% da folha de pagamento. “Com isso, o Estado ficará fora do limite prudencial e poderemos começar a fazer a recomposição desse dinheiro (Funfir)”, disse o governador.
O último tema a ser abordado foi a estiagem, que há vários anos vem castigando principalmente o interior com a falta de chuvas. O governador alegou que pretende manter as medidas que já foram sendo tomadas desde o ano passado, que vão das emergenciais às medidas que exigem médio e longo prazo, tais como perfuração de poços, construção de adutoras, interligação de bacias. “Infelizmente a questão hídrica no nosso Estado não era vista como uma política de Estado. A curto prazo, adianto que encaminhamos ao Ministério da Integração um Plano Emergencial contra a seca que prevê o repasse de R$ 300 milhões, dinheiro que será utilizado para abastecimento por carros-pipa; construção de adutoras de engate rápido e dessanilizadores; a médio e longo prazo, queremos entregar adutoras e barragens”, afirmou.

Fotos: Assessoria de Comunicação

VEJA O QUE MUDA EM NOSSA LÍNGUA COM O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO

As regras do novo acordo ortográfico passam a valer definitivamente a partir de 1º de janeiro de 2016. Se você ainda não domina todas as mudanças, precisa se preparar para adotá-las (leia as principais alterações no final desta página). Todo professor, independentemente da disciplina que leciona, deve seguir as normas para escrever corretamente em diferentes contextos - na preparação e na correção de atividades e provas, no quadro, nos bilhetes enviados aos responsáveis e em textos direcionados aos colegas de trabalho e à direção, como o planejamento. 

A melhor forma de lembrar as alterações - e incorporá-las progressivamente - é manter bons materiais de consulta sempre à mão. "Uma possibilidade é recorrer a um dicionário com verbetes atualizados, que pode ficar em classe ou na sala dos professores, até que todos se familiarizem com elas", diz Clecio Bunzen, docente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). No computador, usar versões recentes de corretores de texto também ajuda. Outra dica é preparar colas sobre aquilo que desperta mais dúvidas, como o uso do hífen, e deixá-las sempre à mão. 

Bem informado e preparado, você estará apto a esclarecer questões trazidas pelos alunos e ajudá-los a revisar seus textos. Crianças em processo de alfabetização são as menos afetadas, pois já devem aprender conforme as novas regras da língua. Além disso, nas séries iniciais, não há um trabalho de reflexão sobre a acentuação ou sobre o uso do hífen - duas das principais modificações. "Nesse momento, os pequenos se preocupam com outros aspectos da ortografia, como escrever caracol com 'l' ou com 'u'", afirma Bunzen. "Quando forem estudar os acentos, as regras novas já terão sido internalizadas", afirma. 

Os mais velhos, que conhecem as normas hoje em vigor, têm mais dúvidas. "Eles precisam ser orientados por meio do ensino específico do que mudou", explica Artur Gomes de Morais, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e autor de livros sobre o aprendizado da ortografia. Segundo ele, é importante ler palavras grafadas corretamente, especialmente nos casos em que as formas não podem ser compreendidas com regras. A recomendação, nesse caso, também é usar materiais de consulta, sem se preocupar em levar a turma a decorar as alterações não usadas com frequência. 

Se a garotada se deparar com uma grafia antiga em um livro, por exemplo, pode-se incentivar a investigação do "erro", buscando a data de impressão dele. As alterações na ortografia podem ser resgatadas no momento em que essas dúvidas surgem - sem desviar, é claro, do conteúdo previsto para a aula. 

O que motivou o novo acordo 

As mudanças foram planejadas visando unificar as regras do idioma no Brasil, em Cabo Verde, em São Tomé e Príncipe, em Portugal, em Angola, na Guiné-Bissau, em Moçambique e no Timor Leste, que vêm discutindo o tema desde os anos 1990. O fator econômico foi determinante, pois a padronização vai facilitar a integração comercial. 

A unificação pode ainda estimular o intercâmbio científico e cultural entre esses países. Embora todos falem a mesma língua, nem sempre é fácil entender além de suas fronteiras o texto escrito em um deles. E isso impede que as culturas nacionais transitem de um país para outro. "Com a reforma, é esperado que os bens culturais dessas nações, como as produções literárias, ganhem maior projeção e passem a ser mais consumidos fora de seu território de origem", explica Ulisses Infante, professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e autor de diversas obras sobre a língua. 

A reforma não atinge todos os países da mesma maneira. No Brasil, por exemplo, 2 mil palavras sofreram alterações, ou seja, 0,5% do total. Já em Portugal cerca de 10 mil termos mudaram - 1,5%. Lá, "óptimo" e "acção" passaram a ser grafados como por aqui ("ótimo" e "ação"), aproximando-se da linguagem oral comum no nosso país. 

Mudanças ortográficas não são uma novidade no Brasil. As primeiras ocorreram em 1943, com o propósito de aproximar as normas oficiais da língua usada no cotidiano, incorporando brasileirismos, por exemplo. Assim, foram endossadas grafias como "comércio" e "farmácia", que já eram usadas por aqui juntamente com "commercio" e "pharmacia" - comuns em Portugal. 

Uma nova atualização ocorreu em 1971. Nessa, o trema nos hiatos átonos (como em "vaïdade") deixou de ser usado. Além disso, o acento circunflexo diferencial nas letras "e" e "o" das palavras escritas da mesma maneira, mas com sons distintos, foi eliminado. É o caso do substantivo "almôço", que levava acento para ser distinguido de "almoço", da conjugação do verbo almoçar na primeira pessoa do singular. O mesmo ocorreu com o substantivo "comêço". 

Esse percurso comprova que a língua é dinâmica e se altera com o passar dos tempos. O mesmo ocorre com a ortografia, uma convenção social, fruto do momento histórico. As mudanças do idioma, portanto, devem ser analisadas de acordo com o contexto. 

Mudanças na língua

1 Acento agudo
- Deixa de existir nos ditongos (encontro de duas vogais em uma só sílaba) abertos "ei" e "oi" das palavras paroxítonas (que têm a penúltima sílaba pronunciada com mais intensidade). 

heróico   heroico

assembléia   assembleia

Observação: as oxítonas (com acento na última sílaba) e os monossílabos tônicos terminados em "éi", "éu" e "ói", no singural e plural (anéis, chapéu e herói) continuam com acento. 

- Desaparece nas paroxítonas com "i" e "u" tônicos que formam hiato (sequência de duas vogais que pertencem a sílabas diferentes) com a vogal anterior, que, por sua vez, faz parte de um ditongo. 

feiúra   feiura

Observação: as vogais "i" e "u" continuam a ser acentuadas se formarem hiato, mas estiverem sozinhas na sílaba ou seguidas de "s" (baú e baús) ou, em oxítonas, se forem precedidas de ditongo e estiverem no fim da palavra (tuiuiú).

2 Trema
- É eliminado, mas a pronúncia continua a mesma. 

tranqüilo   tranquilo

freqüente   frequente

Observação: o sinal foi mantido em nomes próprios de origem estrangeira, bem como em seus derivados (como em Müller e mülleriano).

3 Acento circunflexo
- Não é mais usado nas palavras terminadas em "oo". 

enjôo   enjoo

- Também desaparece o circunflexo na conjugação da terceira pessoa do plural do presente do indicativo dos verbos crer, ler, ver e derivados. 

lêem   leem

Observação: nada muda na acentuação dos verbos ter e vir e dos seus derivados.

4 Acento diferencial
- Nos casos abaixo, não é mais usado para facilitar a identificação de palavras homófonas, ou seja, que têm a mesma pronúncia. 

pára (forma verbal) e para (preposição) 

pelo (preposição + "o") e pêlo (substantivo) 

Observação: duas palavras continuarão recebendo o acento diferencial: 

Pôr (verbo) mantém o circunflexo para que não seja confundido com a preposição por. 

Pôde (verbo conjugado no passado) também mantém o acento para que não haja confusão com pode (o mesmo verbo no presente).

5 Hífen
- Deixa de ser empregado quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com as consoantes "s" ou "r". A consoante, então, passa a ser duplicada. 

anti-religioso   antirreligioso

- Caiu nos casos em que o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com outra. 

auto-estrada   autoestrada

Observação: ele se mantém quando o prefixo termina com "r" e o segundo elemento começa com a mesma letra, como em super-resistente.