domingo, 26 de março de 2017

SÃO JOSÉ DE MIPIBU - "A PRAÇA DO FUTURO" FICOU NO PASSADO

Quem chega ao centro de São José de Mipibu, depara-se com o que deveria ser um dos principais cartões postais da cidade. Na verdade, a Praça Des. Celso Sales amarga abandono, descaso e, principalmente, promessas. Ano passado, após derrubada do Sulancão e construção do Shopping Popular, a atual gestão disse que a ordem de serviço estaria sendo entregue à empresa ganhadora da licitação para construção e reforma nesta praça.
A mídia e a população fizeram festa e alarde, pois o projeto divulgado constava de dois pavimentos, dos quais um subterrâneo, onde ficariam comerciantes e praça de alimentação.
Na parte superior, o passeio e um espaço para realização de eventos culturais. Porém, a "PRAÇA DO FUTURO", chamada por alguns, ficou, apenas, no passado, nas promessas de campanha.
No entorno, bancas sobre calçadas, desrespeitando o direito de ir e vir, sem fiscalização nem controle por parte da prefeitura municipal.
Atualmente, segundo informações divulgadas no Jornal "O Alerta", a obra está suspensa, a pedido do Ministério Público, o qual fez recomendações à prefeitura...
... devendo-se observar o Plano Diretor Municipal e suas recomendações e anexos. Provavelmente, toda a logística tenha sido para impressionar e/ou iludir o eleitorado às vésperas das eleições.
O chão, pintado de verde, lembra as velhas e já conhecidas gambiarras praticadas por este governo em escolas, postos de saúde, praças, calçamentos, secretarias etc
Uma verdadeira seboseira e desrespeito na Terra do atual prefeito ARLINDO DANTAS, um político que está em seu quarto mandato (além de mais um como deputado estadual), mas não consegue, sequer, construir um banheiro digno para quem se dirige ao centro da cidade.
Por estes projetos de canteiros "erguidos", nas imediações do Mercado Público, imaginemos como o nosso dinheiro está sendo utilizado e respeitado. Enquanto isso, os vereadores, os quais deveriam defender o povo e fiscalizar a gestão, permanecem em completo silêncio, subservientes, omissos e presos a determinações superiores.

Triste do poder que se acovarda e não pode!!!

Matéria e fotos: Alexandre Freire

0 comentários:

Postar um comentário

poste seu comentário