sexta-feira, 28 de outubro de 2016

QUER SABER COMO O SENHOR ENXUGA A FOLHA DE PAGAMENTO, PREFEITO ARLINDO?!

O prefeito Arlindo Dantas tem comemorado o pagamento em dia do funcionalismo municipal. Quem trabalha agradece! Até hoje, sempre achei louvável essa postura diante da crise que assola o país, porém o senhor, caro prefeito, precisa tomar algumas medidas bem simples, para enxugar a folha.

Começarei pelos babões da sua gestão. Homens e mulheres inúteis, que vivem perambulando pelas ruas e rodas de conversa, a fim de colherem informações desnecessárias para motivar discórdia e, consequentemente, confusão. Esses deveriam ser excluídos da folha de pagamento. Afinal, não servem para absolutamente nada!!!

Depois, famílias e mais famílias que vivem agarradas aos cofres da prefeitura. Em alguns casos, até o cachorro da casa recebe contra-cheque. Isso onera a máquina e traz prejuízos financeiros, amigo prefeito.

Outra situação bem complicada, a qual envergonha São José de Mipibu está no patrimônio de algumas pessoas que, não tinham, sequer, uma bicicleta velha, porém, hoje, andam de carrões de luxo, ostentando e zombando da cara dos pobres mortais. De onde vem esse dinheiro, prefeito operário? Qual o salário desse rico-pobre?! 

Fala-se, até, em funcionários fantasmas... muitos desses nunca honraram uma carga horária no município, apenas, têm a "árdua tarefa" de ir ao banco buscar a "laminha".

Nas últimas eleições, provavelmente, o prefeito Arlindo tenha prometido empregos e mais empregos ao eleitorado... mas... se mal pergunto, diante dessa famigerada crise terá como o senhor agregar essa cambada na prefeitura, prefeito Arlindo Dantas?

Falando em pleito, uma pergunta bem generalizada que não pode calar, de onde os prefeitos tiram tanto dinheiro para bancar campanhas milionárias e comprar gatos, cachorros, ratos e lebres às vésperas das eleições??? Essa é para o povo pensar, refletir...

Na verdade, esses pontos são uma pequena demonstração de que a crise só existe por causa dessas e tantas outras aberrações e excessos.

Espero que o senhor prefeito aprenda esta simples, mas fundamental lição administrativa!

Matéria: Alexandre Freire

0 comentários:

Postar um comentário

poste seu comentário