quinta-feira, 6 de outubro de 2016

CORTEJO FÚNEBRE OU COMPRA DE VOTOS?!

Que a compra de votos, nas eleições, é uma prática bem comum, é fato. Devido à dificuldade econômica pela qual atravessa o país e o nível de pobreza de muita gente, 20, 30, 50, 100 reais são suficientes para comprarem a consciência de desavisados.

Numa cidade do país esculhambado chamado Brasil, estão inovando esse ato ilícito e lamentável. Na funerária, tudo pronto para o grande cortejo fúnebre, o qual consta de carro funeral, flores, muitas famílias e... dinheiro para ser distribuído.

Isso mesmo! No lugar do ente querido, notas e mais notas para serem levadas às comunidades. O que dizer de políticos que vencem a campanha derramando dinheiro nos quatro cantos da cidade?! O que uma criatura irracional desta fará de benefício à população, já que esta recebeu uma miséria em troca de compromisso e muito trabalho?!

Nesse caso, onde está a tão aclamada e "severa" Justiça Eleitoral, que costuma punir casos banais em detrimento a crimes tão descarados e escancarados?

Tal fato caracteriza, na verdade, a simbologia de um município sem gestão, sem planejamento e sem ações, o qual está sendo enterrado por políticos despreparados, imbecis e sem competência administrativa.

Ao povo da cidade à qual estou me referindo, não posso desejá-los outra coisa, a não ser CHIBATA por mais alguns anos... afinal, muitos, chamados de eleitores, são os principais culpados por tais aberrações e canalhice.

Matéria: Alexandre Freire

0 comentários:

Postar um comentário

poste seu comentário